Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

Poeira cálida

Por: Bárbara Fragoso
Pessoas passavam de bicicleta. As árvores faziam tapetes frutíferos, com as folhas verdes e pálidas. Lá, do segundo andar, ela observou a praça da cidadezinha. Sobrava espaço. Na casa pequena não tinha ventilador. Ela se aquecia com o instante.

Ao anoitecer, algo prevaleceu. Voz grave e delicada misturou-se ao dedilhado do violão. O som era pura poesia. Como aquilo alvoroçava os sentidos! Balançava o mundo. Pingos brotavam nos olhos. Aquela música era cálida. E só sua.
Desceu as escadas às pressas. Sentou-se com a fogueira. Falou do seus dias e noites; das conchas e poeira que a acompanhavam. A casa estava vazia sem o balé. As estrelas já brilhavam e o céu recebia suas preces. Em poucas horas, ia amanhecer. O café seria requentado. A mágica não acabara.

Cacos e humor de algodão

Por: Bárbara Fragoso
Horas e horas a navegar com Goethe. Respirei e decorei suspiros de Mozart e de algodão. Sentei-me com Clarice Lispector e choramos com tantas semelhanças. De que adiantava tudo isso? Minha mala da vida havia quebrado.
As rodinhas não corriam mais e os insetos interiores rastejavam com as minhas ignorâncias. Eu? Pobre viajante. Preferi que os cacos sumissem. Busquei nova bagagem. Novo ar. Calcei os pés. Engoli depressa o humor e saí a vagar.

Fernando, Anitelli e seus vários personagens

Por: Bárbara Fragoso

Roupa vermelha. Sorriso estampado. Sapatos extravagantes. Rimas na ponta da língua. Barba comprida. Cara pintada. O ator, poeta, músico e compositor Fernando Anitelli é o responsável pela criação do projeto O Teatro Mágico. Com jeito brincalhão, o filho do “Seu Odácio” e da “Dona Delmina” explica que o palhaço é um dos personagens que o compõe e que representa toda a sua verdade.

Nascido em Presidente Prudente, em 1974, o cantor fala que antes de criar a trupe, cantava na banda Madalena 19. O amigo Danilo Souza, que foi o baixista da banda na época, contou dos dez anos de existência dela e das várias tentativas de gravar um CD, que não obtiveram êxito. Eles viviam um momento bem difícil, de desânimo. No entanto, resolveram ir para os Estados Unidos, com a intenção de trabalhar e definir os rumos que tomariam.

Trabalharam de garçom ilegalmente. Danilo voltou ao Brasil e Fernando ficou. E foi lá que nasceu a inspiração para a criação do projeto, com a leitura do livro …