Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

De mansinho

Por: Bárbara Fragoso

Levantei-me da rede.
Fui balançar-me ao vento, sentada à beira do mar.
As águas chacoalhavam fortemente.
De masinho, ondas beijavam os pés.

Estrelas-do-mar e brilho nas mãos.
Calor dos céus me abraçava.
Me despedi e peguei a cadeira.
O sol já declinava.

Outrora autora

Por: Bárbara Fragoso

Pode se calar e ouça a sinfonia.
Mantenho os pés no chão.
Cada dia é dia de folia.
Aprendo a amar.
Nada de decepção.

Que tal sorrir?
Outrora foi autora de ensinamentos.
Vela e cais. Não me aposento.
Deixo-me ir.