Pular para o conteúdo principal

De mansinho

Por: Bárbara Fragoso

Levantei-me da rede.

Fui balançar-me ao vento, sentada à beira do mar.
As águas chacoalhavam fortemente.
De masinho, ondas beijavam os pés.

Estrelas-do-mar e brilho nas mãos.
Calor dos céus me abraçava.
Me despedi e peguei a cadeira.
O sol já declinava.

Comentários