Pular para o conteúdo principal

Presente amarello

Por: A.J.

Barco a vela
Avista canto e grito, sereia
Bárbara visão aquela
Voz em noite candeia

Entre olhos, pele e orelha
Passeiam tons, sons e ovelhas
Paisagem que é bela
É ela, de vez, Barbarella.

Singela, magrela e vermelha
Canta, dança, pula e semeia
A paz, quem traz, tanto faz
Mágico teatro é capaz.

Bárbara menina
A vida ensina
Caminha e seduz

Te empresto abrigo
Eu canto contigo
Com passos de luz

Comentários