Pular para o conteúdo principal

Vez ou outra

Vez ou outra, faço do meu corpo meu abrigo. Obrigo-me.
Brigo e reluto. Brinco. Perco-me. Encontro-me. Faço de mim meu esconderijo. Pique esconde.

Mesmo sem tanto pique, escondo-me nos meus armários almáticos desbotados. Uso-me de escudo. Sem escuta, na ponta dos pés. Portas se abrem. Encontro-me. Vez ou outra.

Perco-me.

Bárbara Fragoso 

Comentários