Pular para o conteúdo principal

Tem vida


Ainda tem vida.
Ela matou-o, dentro de si.
Ainda tem voz. Tem vida.
Ela matou-o para que pudesse viver. 
E ainda tem vida.
Não tem mais nada a ver. 
Uma vírgula.
Vergonha das idas e vindas.
É. E, mesmo sem vida, a voz dele ainda tem vida.

Bárbara Fragoso 

Comentários